Apadrinhar Um Animal

Na AEZA é possível apadrinhar um animal. Ou seja, se se interessou por algum animal da AEZA mas, não tem como adoptá-lo (falta de espaço em casa, por exemplo), poderá contribuir para as suas despesas mensais contribuindo para que o animal possa ter uma vida ainda melhor antecedente á sua adopção.

Apadrinhar um animal consiste então numa partilha com a AEZA de despesas, deveres e direitos do animal seleccionado.

Para tal, basta que preencha o formulário de apadrinhamento da AEZA e, contribua da seguinte forma:

  • Pagamento mensal obrigatório por parte dos padrinhos e/ou madrinhas (€10);
  • Divulgação do animal em locais diversos, ajudando na procura de dono para este;

Ficha de apadrinhamento

O animal apadrinhado será sempre pertencente á AEZA sendo os seus representantes os responsáveis pelo animal.

Ao padrinho/madrinha cabe o direito de ser informado periodicamente pela AEZA acerca da saúde e dia-a-dia do animal.

Aquando a sua adopção, a AEZA informará de imediato aos padrinhos/madrinhas a situação cabendo aos últimos a decisão de apadrinharem ou não um outro animal da AEZA.

Este post também está disponível em: Inglês Holandês Alemão

Pin It on Pinterest